Museu Carmen Miranda em Marco de Canaveses
Porto e Norte

Museu Carmen Miranda em Marco de Canaveses

O Museu Carmen Miranda em Marco de Canaveses reabriu ao público num espaço renovado e com uma exposição temporária chamada Antestreia. Foi inaugurada a 5 de agosto, como forma simbólica, já que Carmen faleceu a 5 de agosto de 1955, e é uma antestreia daquilo que será o museu quando completo, marcando assim uma passagem entre dois momentos, da memória do antigo museu e antes da inauguração do museu renovado.

Assim que chegamos ao local, encontramos uma réplica da estrela na Calçada da Fama com o seu nome, ao lado, uma placa com as suas mãos e pés gravados no cimento, uma réplica do pátio do Grauman’s Chinese Theatre.

No rés-do-chão do museu, podemos descobrir a vida de privada de Carmen Miranda. A casa de pedra, com chão de terra batida, sem água e sem luz onde nasceu. As fotos com os irmãos nas praias do Brasil, para onde foi com menos de um ano de vida, em 1909.

O primeiro andar é dedicado à sua carreira. Carmen Miranda começou por ser vendedora de chapéus, no atelier da Madame Anaís. Ao lado da atelier havia um bristô, onde Carmen e a irmã Olinda cantavam por brincadeira. Depois, cantou no Casino da Urca, onde foi descoberta pelos norte-americanos que procuravam novas atrações para o público nova-iorquino ávido por novidades. Assim, nasceu uma estrela.

Museu Carmen Miranda em Marco de Canaveses
Museu Carmen Miranda

Carmen Miranda acabou por ir para os Estado Unidos e daí conquistou o mundo.

Libertada do contrato com o Casino, Carmen embarcou numa verdadeira aventura. Cantou, dançou e representou. Com fama internacional, Carmen Miranda passou de “A Pequena Notável” a “Brazilian Bombshell”.

O vestuário adotado por Carmen Miranda, em 1939, quando participou do filme Banana da Terra, tornou-se na sua imagem de marca: os grandes brincos e o turbante, geralmente repleto de frutas. Foi nesse mesmo filme em que Carmen fez uma das suas mais conhecidas interpretações musicais: “O que é que a baiana tem”. No Museu Carmen Miranda em Marco de Canaveses podemos ver algumas das joias que a artista usou ao longo dos anos.

Museu Carmen Miranda em Marco de Canaveses
Museu Carmen Miranda

Carmen Miranda foi a primeira mulher a assinar um contrato com uma rádio brasileira. Em 1945, Carmen Miranda foi a mulher mais bem paga dos Estados Unidos. Um feito incrível para uma menina que nasceu numa casa modesta numa pequena aldeia de Marco de Canaveses. Tão incrível como ter conquistado a sua própria estrela na Calçada da Fama e ter marcado as suas mãos e pés no pátio do Grauman’s Chinese Theatre.

A sua vida foi curta – Carmen faleceu aos 46 anos – mas será lembrada e celebrada ao longo dos séculos. A menina que nasceu em Várzea de Ovelha e morreu em Los Angels só tinha 1,52 metros de altura, mas foi enorme.

Descubra outros locais a visitar no Porto e Norte de Portugal.

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.